A flacidez

Hoje dei comigo a pensar na minha idade, e nas transformações do meu corpo. Realmente a idade muda muita coisa, acreditem!

Aos 20 anos eu tinha uma péssima alimentação, e quando digo péssima, era mesmo literalmente falando, uma dieta equilibrada não existia, passava horas sem comer, portanto quando comia estava cheia de fome, comia fast food, não bebia muitos líquidos, então água – nem sabia o que era… mas coca-cola, essa nunca faltava no frigorífico, e com tudo isto, sentia-me tristíssima porque era magra!

Tinha uma barriga seca, acreditem ao não! Hoje em dia, tenho alguns cuidados, bebo muita água, mantenho uma dieta equilibrada, não faço exercício físico, isso é verdade, porque cansa muito!

Mas desde o nascimento da minha filha fiquei com alguma flacidez que está a teimar e não quer ir embora, compreendo, sou mais fofinha!

Chamo a isto IDADE, porque há uns anos atrás, nem tinha e se tivesse rapidamente ia embora, mesmo sem esforço.

Neste sentido decidi que em vez de me lamentar, o melhor é aceitar que vou ficando mais velha e envelhecer é sempre um bom sinal, sinal que estamos vivas e eu adoro viver!

Portanto há que mudar hábitos de alimentação, fazer exercício, porque o esforço é sempre recompensado.

Fiz uma pesquisa e deixo algumas dicas que podem ser úteis para fortalecer os músculos e prevenir a flacidez da pele e claro cuidar da saúde física e mental.

Dicas para dizer adeus à Flacidez!

Alimentação

contrariar o tempoReduzir, ou mesmo eliminar, doces, refrigerantes, fritos ou salgados da dieta.

São alimentos muito calóricos e nutricionalmente muito pobres.

Estes alimentos aumentam os níveis de gordura, que vão aumentar a produção de insulina, que estimula a acumulação de gordura, sobretudo na barriga.

Há estudos que defendem que a barriga lisa deve-se à alimentação (70%), portanto a dieta é o principal factor da flacidez na barriga.

 Proteínas

O que se pretende é substituir o tecido adiposo, como tal a dieta tem que ser constituída por proteínas de qualidade e na quantidade certa.

A dieta deve incluir por exemplo, peixe, peito de frango, soja, carne vermelha magra, que são fontes de proteínas com baixo teor de gordura saturada.

Fibras

O inchaço na zona abdominal é o principal sintoma quando o intestino não está a funcionar correctamente.

A principal causa para a prisão de ventre é a falta de fibras na dieta alimentar, pelo que deve-se ingerir diariamente, frutas, verduras, leguminosas (feijão, lentilha, grão de bico), arroz, pão integral (escuro).

Água

O bem que a água faz é inquestionável, e fundamental ao combate da flacidez na barriga, ajuda a melhorar o funcionamento do intestino, reduz o inchaço no abdómen.

Exercício

O exercício com pesos é fundamental para fortalecer a musculatura sob a pele flácida. Músculos enfraquecidos irão dificultar a extensão da pele, e consequentemente ficará quase impossível exibir uma barriga seca e firme sem cuidar dos músculos abdominais.

Quando temos hábitos pode ser difícil quebra-los, mas com a insistência e fazendo pequenas alterações diariamente e nunca tirando o foco do nosso objectivo consegue-se, se eu consigo todas conseguem é preciso apenas querer.

Desejo um dia feliz!

 

Alexandra Catarino
Autor

Office Manager numa empresa de biotecnologia, engenheira química de formação, contabilista da casa e uma mãe galinha mas ternurenta! Assim me apresento neste meu blogue, onde vou partilhar com vocês as dicas e regras que sigo para manter o meu UNIVERSO COR-DE-ROSA

Comente Este Artigo

two × 4 =